<$BlogRSDURL$>

Os Comunas na AAC

Blog que pretende indagar da essencialidade da existência dessa raça mochilo-charroide nos meandros do Associativismo Académico de Coimbra.

segunda-feira, março 01, 2004

Piada fácil 

Sabem que música é que o Sá Carneiro estava a ouvir quando o avião caiu em Camarate? A Fly Away do Lenny Kravitz. :|
posted by Opus Dei  # segunda-feira, março 01, 2004

Oração mudesca ao deus Haxixe (em rito coimbrão) 

Haxixe nosso, que nos pões no céu
Legalizado seja o vosso nome
Venha a nós o vosso cheiro
Seja feito um bob à vontade
Pelos juízes e também pelos réus

O canhão nosso de cada dia nos dais hoje
Sempre fumado às nossas expensas
Assim como nós fumamos
De quem nos tem oferecido
E não nos deixeis ficar sem o sabão
Para isto ser normal

Oh man!
posted by Opus Dei  # segunda-feira, março 01, 2004

sábado, fevereiro 28, 2004

Um dia na vida de um mudesco qualquer... 

Manhã:

09:00 - Acordar
09:05 - Fazer uma touca
09:07 - Fumar a touca (o belo do canhão, com pelo menos 20 cm excluindo o filtro)
09:15 - Dar saltinhos no quarto e fazer figuras ridículas ao mesmo tempo que ouve o Radio Bemba Sound System do Manu Chao
09:45 - Pequeno Almoço
10:00 - Ir ter com a manada aos Jardins da Associação
10:50 - Chegada aos Jardins (depois de ter chocado com três postes e de ter mandado uma mija na porta do Centro de Trabalho do PCP na Rua da Sofia)
10:51 - Enrolar mais uma touca
10:55 - Depois de àrduos esforços para ver de que lado da mortalha é que estava a cola, a touca está enrolada e é devidamente fumada
11:05 - Tocar jambé enquanto o grupo discute a situação no Haiti, chegando à conclusão inevitável de que os Americanos são todos uns grandes filhos da puta
12:30 - Fim do brainstorming, ou melhor do dickhead storming (pois eles não têm brain) e partida para o almoço
12:45 - A meio do caminho, faz-se a sopa e desta feita fuma-se de cachimbo
12:55 - Fim do Fumício e retoma do percurso para o almoço
13:00 - Chegada ao local de almoço
13:05 - Início do almoço
13:30 - Fim do Almoço

Tarde:

14:00 - Após meia hora a fumar um charro, eis que se chega ao Tropical
14:05 - Pedir um café ao empregado
14:15 - Chega o café
14:45 - O café é finalmente tomado (a broa já é grande aqui).Partida para a Universidade
15:00 - Chegada á Faculdade de Letras
15:10 - Depois de ter tropeçado 40 vezes nas escadas, chegada ao Bar de Letras para o beija-mão (e sabe-se lá mais o quê) a Renato Lixeira
15:30 - Partida para a Reitoria
15:35 - Chegada à Reitoria
15:40 - Começam os insultos à mãe do Reitor
16:00 - Acabam os insultos depois de 3 archeiros terem acertado o passo ao prevaricador (benditos sejam)
16:10 - Partida para o Pinto para foder a paciência aos estudantes de Direito que lá se encontram a praxar
16:15 - Paragem no Museu Machado de Castro para fumar um charro e coçar um bocado os colhões
17:00 - Chegada ao Pinto
17:10 - Constatação do facto de que há realmente estudantes a serem praxados
17:15 - Subida para as Marias do Loureiro
17:20 - Põe se a aparelhagem a tocar aquela música muito bonita do Sérgio Godinho sobre a praxe(embora já enfastiante)
17:21 - Fabrico de um charro de erva (este mudesco trata-se bem...).Começa a chuva de ovos podres aos estudantes. Na volta ainda se faz uma omolete para o lanche
18:00 - Saída das Marias do Loureiro e partida para o Jardim da Sereia para abastecer (o chamado Pit Stop)
18:20 - Encontro com o traficante manhoso e aquisição de um quarto de Sabão (o tempo é de poupança, e o quarto terá que durar, dê por onde der, até ao fim da semana)
18:30 - Partida para o Ulmar a fim de comprar Quitoso (a comichão na cabeça e na barba é já intolerável)
18:45 - Chegada ao Ulmar
19:00 - Partida rumo aos Jardins da Associação para mais uma sessão de Jambé
19:20 - Chegada aos Jardins. Novidade dada pelos colegas: Logo há Assembleia Magna
20:00 - Fuma-se o último charro antes da refeição e partida para o Jantar
20:20 - Chegada ao local designado
21:00 - Fim do Jantar (e consequente fabrico de mais um charro)

Noite:

21:30 - Arrochar um bocado nos bancos do Jardim pois a jarda é descomunal
22:00 - Tentativas de início da Magna
00:00 - Início da Magna
00:30 - Pedido à Mesa para intervenção
01:30 - Início da prelecção. Linhas orientadoras do discurso: propõe-se o fim de todas as festividades constantes no calendário (com Natal e Páscoa incluidos) como forma de protesto contra a política para a Educação do actual Governo
02:30 - A proposta é chumbada.
03:00 - Efe-erre-á do Presidente da Magna e consequente fim
03:15 - Fuma-se mais um charro
03:30 - Partida para casa
04:00 - Chegada a casa
04:30 - Chega o João Pestana (também já um bocado charrado evidentemente)

posted by Opus Dei  # sábado, fevereiro 28, 2004

Serei o inimigo nº 1? 

Mais uma vez a minha pessoa foi alvo do mais abjecto tipo de comentários vindos de blogs. Desta feita, e reincidindo, o pissarolim , à falta de mais ideias resolveu dedicar-me umas linhas no blog. Agradeço do fundo do coração a publicidade. Só que não percebo uma coisa: num momento vossas excelências dizem mal da esquerdalhada, mas no outro fodem a cabeça de quem faz de seu modus vivendi chatear a cabeça à mesma esquerdalhada. Transcende-me...
Mas, já que os autores do pissarolim estão tão amigos dos charrados académicos, talvez possam mesmo ser tutores ou curadores deles (não gozam de capacidade de gozo e de exercício de direitos em, virtude da sua incapacidade acidental [257º do Código Civl Português] permanente - inabilitação).
No entanto, sou levado a pensar uma coisa: com tanta referência negativa no universo blogosférico de Coimbra (apesar de algumas manifestações de apoio e solidariedade nesta cruzada anti-BE) terei eu um alvo na minha cabeça?
Cabe a brochelências responder.
Beijinhos a todos...

posted by Opus Dei  # sábado, fevereiro 28, 2004

terça-feira, fevereiro 24, 2004

Tristeza... 

Escangalhei-me a rir no outro dia quando estive a ler os feedbacks ao meu post sobre os rabetas da Não te Prives. Estava lá um post de um caloiro da FLUC que ainda agora chegou à UC e que pensa que já percebe alguma coisa do assunto. Um gajo que me chama pela alcunha e que, no final de contas, nunca me viu à frente porque um mudesco disse a outro quem eu era, que por sua vez disse ao famigerado caloiro. Ou seja, insultam-me nem sabendo sequer quem sou. Logo, a ilacção mais que lógica é que esse pessoal é tudo uma cambada de paus mandados, de autómatos, a quem mandam dizer e acreditar numa coisa, ao que eles obedecem prontamente sem qualquer tipo de espírito crítico próprio. Tristeza...
O tão famoso caloiro pensava que eu era do Muda_AAC e que estava ressabiado!! Claro meu amigo, e o Papa é ateu, e tu és fascista! Disseram-te e acreditaste foi? E depois ainda tens lata de vir com esse tom ex cathedra e todo orgulhoso meter no post... Aviso meu, para a próxima não te enterres tanto.
posted by Opus Dei  # terça-feira, fevereiro 24, 2004

segunda-feira, fevereiro 23, 2004

Ai que saudades ... (o regresso do reaccionário) 

É com imensa nostalgia que eu recordo os idos de 2002 em que os bloqueados de esquerda que se dirigiam para Sevilha para fumar uns charros, queimar bandeiras americanas e partir montras do MacDonalds pararam na fronteira e, sem apelo nem agravo, levaram nos cornos da Guardia Civil Española.
Porque não faz a GNR portuguesa o mesmo?
Provavelmente porque pegar no garrafão de vinho e coçar os tomates é 100 vezes mais fácil.
No entanto, é todo um clima de insegurança e de desprotecção da confiança do mais comum dos cidadãos que se gera, fazendo com que o Estado de Direito pautado pelas regras da legalidade democrática (que supostamente é o nosso caso) esteja, mais do que nunca, de rabo ao léu.
São perigos de índoles variadas que, tal qual Espada de Dâmocles, pendem sobre a nossa sociedade. Perigos para a higiene e saúde pública, perigos para a moral e bons costumes, perigos para a integridade física dos cidadãos.
É esta a diferença abismal entre um país civilizado e desenvolvido como Espanha e um país terceiro-mundista e de brandos costumes como Portugal.Num reina a ordem (combatendo-se os elementos potencialmente geradores de instabilidade social) e no outro reina o caos (devido ao tratamento laxista e permissivista para com esses mesmos elementos).
Em Portugal eles até podem interromper sessões do Parlamento e chamar os deputados de filhos da puta (sabotando a mais elementar forma de funcionamento da democracia parlamentar, não deixando as instituições funcionar) e boicotar missas (numa evidente demonstração de falta de respeito para com a liberdade de culto e liberdade de associação) que nem sequer espancados são. Que raio de país é este em que vivemos, e que raio de permissividade é esta encapotada sob o direito à integridade física?
É que até chateia, pois só em Portugal é que eles não levam nos cornos. Em Itália se tivessem estado quietos não tinham levado nos cornos, evitava-se uma morte (paz à alma do falecido, apesar de esquerdalho) e evitava-se toda aquela destruição.
É urgente uma resposta positiva das forças da ordem e da segurança, que devolva rapidamente a confiança num país definitivamente encaminhado para o progresso e para a paz social.
À bastonada com eles, rapidamente e em força.
posted by Opus Dei  # segunda-feira, fevereiro 23, 2004

E esta hein? 

É sabido que todas as estrofes musicais que neste blog submeto à consideração (e também ao bom-senso) dos meus leitores têm continuação, a música não é só a estrofe apresentada mas muito mais.
No entanto, como o interesse deste blog é chatear a penca ao pessoal do Muda_AAC e demais entidades esquerdalhas apenas apresento as estrofes que directamente lhes dizem respeito.
E aqui vai mais uma:

Ai que ridículos que vão os mudescos
Com barbas longas e charros na mão
Chamam os ministros de porcos pidescos
E à sua frente vai o Julião!
posted by Opus Dei  # segunda-feira, fevereiro 23, 2004

Renato é candidato 

É oficial. Renato Lixeira vai ser o próximo candidato do Muda_AAC às eleições para os corpos gerentes da DG/AAC. O anúncio oficial da sua candidatura vai ser feito na próxima semana nos Jardins da Associação.
Estão também já previstos comícios para o Ingote, para o Jardim da Sereia, para o Tropical, Académico e uma mega festa no GAPE de Letras, onde se prevê uma enorme concentração de hordes mochilistas clamando pelo seu novo líder. Prevê-se também um jantar de angariação de fundos nas Marias do Loureiro, onde se vão tentar angariar cerca de 800 gramas de Haxixe e 300 de Liamba da Guiné.
Quem não terá ficado muito contente com a situação terá sido um rapaz arruivado do Muda, que segundo consta também andava a sondar a possibilidade de suceder a Daniel Merdins como líder do projecto.
Consta também que a lista de Renato Lixeira será feita não pelos moldes tradicionais, mas segundo um novo e sofisticado método de aferição de competência, sendo que ficará em lugar efectivo quem provar maior endurance a fumar substâncias psicotrópicas.
Por agora é tudo, aguardando-se mais novidades, nesta que promete ser a grande surpresa das próximas eleições.
posted by Opus Dei  # segunda-feira, fevereiro 23, 2004

domingo, fevereiro 22, 2004

Diziam vós que os mudescos não rezavam? 

Deixo-vos aqui, a partir de hoje, um pequeno espaço dedicado à vida espiritual dos mudescos (sem ser as grandes viagens que eles fazem quando fumam meio charro). Com efeito, quem disse que estes nossos amigos não rezavam está profundamente enganado:

Avé Renato, dá-me uma passa
O Fedor é convosco
Ridículo sois vós entre os mudescos
E ridícula é a roupa que vos cobre o sebo,
Jesus! (Credo!)
Feia Maria, que reinas em física
Enojais-nos a nós espectadores
Agora e na hora da próxima magna

Oh Man! (trocadilho com Amen não sei se vocês atingiram, mudescos intelectualmente indigentes)


posted by Opus Dei  # domingo, fevereiro 22, 2004

sábado, fevereiro 21, 2004

Um pequeno paradoxo 

Existe um blog sobre o que se passa no mundo politico-académico de Coimbra muito pouco conhecido, porventura de grande qualidade. Falo do "Pura Inocência". É com efeito um blog com um tipo de humor espectacularmente mordaz, não menos genial, escrito com uma subtileza notável. Só não percebo uma coisa... como é que estando o blog num português excelente (com um léxico bastante vasto e muitas palavras um tanto ou quanto inusitadas) consegue também estar pejado de erros ortográficos? Camões deve estar aos urros no túmulo a esta hora (ou ele ou o charrado do Fernando Pessoa).
A quem quer que o tenha escrito deixo aqui uns conselhos: meu filho (ou minha filha), continua pois o blog é muito bom. Agora, e para teu bem, seria melhor escreveres primeiro os textos em Microsoft Word (ou outra merda qualquer do mesmo género), estando o corrector ortográfico a funcionar decentemente. Depois fazes ctrl+c (estando seleccionado o conteúdo) e no blog fazes ctrl+v. Et voila!

P.S. - E Deus escreve-se sempre com letra grande! Salvai-nos e livrai-nos do fogo do Inferno (menos ao pessoal do Muda, claro está)!
posted by Opus Dei  # sábado, fevereiro 21, 2004

Expliquem-me lá uma coisinha... 

Lembram-se daquela notícia que saiu na Cabra que dizia "Muda_AAC apoia lista A"? Tipo isso não aconteceu pois não? É que na altura aquilo foi um choque pois eu nunca imaginei que isso fosse possível de acontecer... aliás duvido que alguém na Academia sonhasse sequer com isso. Foi a surpresa e foi mesmo a bomba eleitoral. Por isso é que eu acho que o Leitão (paz à sua alma) não foi o grande derrotado do acto eleitoral mas sim o Bruno Julião. É que tendo o apoio duma força tampão de vital importância como o Muda toda e qualquer pessoa ganha umas eleições... Que se tará passado? Houve marosca pela certa...
posted by Opus Dei  # sábado, fevereiro 21, 2004

Querem mais uma musiquita? 

Uma musiqueta de que me lembrei há uns dias e que acho que é deveras bonita:

Mudesco que estás no Gulag
sem sol que te ilumine
não te vais daí embora
enquanto viver Estaline
posted by Opus Dei  # sábado, fevereiro 21, 2004

sexta-feira, fevereiro 20, 2004

Novo pack de Turismo! 

Vá para fora cá dentro era o que Estaline dizia aos seus opositores! Estaline brindou toda uma geração com a possibilidade de conhecer em primeira mão os belos paraísos naturais em que a Mãe Rússia é pródiga. Estaline tinha um conceito muito próprio do que devia ser o ensino do Meio Físico e Social (lembram-se daquela tanga que um gajo tinha na primária?). Criou locais que baptizou de Centros de Re-educação pelo Trabalho que na verdade mais não eram do que escolinhas primárias com o objectivo de ensinar aos seus alunos de que o Paizinho dos Povos era Clemente e Compassivo e de que amava muito o seu país, assim como que um Deus subitamente descido à terra por obra e graça do Espírito Santo de Lenine e que demonstrava todo o seu amor via PCUS, o braço direito (uma espécie de Templo de Oração) de que o Paizinho José (ou Uncle Joe para os americanos) necessitava para a efectivação da sua tarefa redentora de salvação da humanidade. Um Cristo dos tempos modernos que criou as suas "escolas" em locais tão bonitos como Verkoyansk (um bonito lugar na Rússia que detém o record de temperaura do hemisfério norte, -86,5º) propositadamente localizados longe de toda e qualquer forma de civilização de modo a proporcionar aos seus meninos tempos inesquecíveis em comunhão com a natureza, sem importúnios de qualquer tipo. Recorde-se que Verkoyansk era precisamente o local perfeito, pois gozava de um clima ameno (com o mercúrio a elevar-se [!!!] nos dias mais quentes aos -40º) e de uma estupenda situação geográfica (sem qualquer cidade num raio de 3000 km para sul, este e oeste, com a tundra a norte).
Tudo isto demonstra a boa intenção dos gulags e uma personalidade do Secretário-Geral do Partido marcada por uma extrema humanidade, dedicação e serviço ao Povo e o masoquismo do Povo russo que estava farto de tanta felicidade e fez a revolução. Ai ai Kriuchkov onde estás tu??????
posted by Opus Dei  # sexta-feira, fevereiro 20, 2004

Mudança iminente de URL? 

Estou a pensar seriamente em mudar o nome do blog para www.esquerdalhosnaaac.blogspot.com . Lapso meu, mas acabei por meter os vermelhuscos leninistas num saco que não era definitivamente o próprio. Aliás peço desculpa ao pessoal do Centro de Trabalho da Rua da Sofia por vos ter associado, ainda que descuidadamente, com a esquerdalhice mochilista académica de Coimbra. Viso apenas a esquerdalhada do Muda_AAC (que fora 3 ou 4 pessoas são todos uma cambada de bimbos) e não o comunismo em si mesmo, que enquanto doutrina política, apesar de obsoleta e ineficaz (e a história demonstrou-o precisamente) merece todo o respeito, por pelo menos ter uma consistência ideológica que os anarco-comunas nunca terão. Ficam aqui as minhas desculpas aos vermelhos da foice e do martelo!
posted by Opus Dei  # sexta-feira, fevereiro 20, 2004

Amo mesmo muito os vossos feedbacks!!!! 

A sério... dá-me um gozo dionisíaco ler as vossas caralhadas... Mas há que esclarecer uns pontos primeiro. Esquerdalhos: Chamavam-me Zé Mongo no Ciclo e não no Secundário. Depois, prezo muito a minha heterossexualidade. Pelo menos não sou eu que ando aí a exibir a minha paneleirice como se de um troféu ou de uma condecoração se tratasse não é?
Portanto, se suas esquerdalhices não se importarem, deixem de fazer críticas pessoais e critiquem apenas o conteúdo imediato dos meus posts ok?
E depois 'tou-me a cagar para se vocês já sabem quem eu sou. O pissarolim até meteu impressão no post em que me visou mas pronto, eu como bom cristão perdoo todos os vossos pecadilhos... Ao menos podiam ter feito uma crítica mais elaborada do que a acusação clássica e aussi irritante de projecção freudiana. Enfim...
posted by Opus Dei  # sexta-feira, fevereiro 20, 2004

quarta-feira, fevereiro 18, 2004

'Tão panascada! 

Como correu a festa de institucionalização do paneleirismo académico? Muita pilada?
posted by Opus Dei  # quarta-feira, fevereiro 18, 2004

segunda-feira, fevereiro 16, 2004

E não é que eles ficaram chateados comigo? 

Estando eu a vaguear pelo universo blogosférico de Coimbra, eis que encontro um link para um blog (que eu desconhecia) - www.recordacoes.blogspot.com. Um blog até bastante bom, não fosse o facto de ter a "We're the champions" dos Queen, essa pandilha musical bicha encabeçada por um gajo que até sabia cantar, mas que era gay à força toda. Lá, apercebo-me que afinal há mais blogs coimbrões do que pensava... 47 ou 48!!!! Começo então a passar revista a todos os blogs que estavam mencionados na zona de links do site... Vi uns bons, outros maus, etc... Por fim, entro num, "A Peste" - www.apeste.blogspot.com . Ia tendo um ataque cardíaco!!! Então agora acusam o meu blog de ser o paladino do extremismo bacoco!!!! Só faltava chamarem-me logo direitalho salazarento! I'm really pissed off... Quer dizer, se um gajo adopta posições que estão nos antípodas das que essa corja mudesca defende, é logo rotulado de extremista... Mas eles são a coisa mais equilibrada que existe, não haja dúvida! Por amor de Deus, se eu sou extremista, não menos o sois vós. Só que o vosso extremismo é socialmente aceite, porque é de esquerda... Hoje em dia, quem fala mal dos panascas é logo rotulado de tudo e mais alguma coisa, mas quem fala mal dos padres (p.e.) é o maior! Que raio de contrasenso é este!Podem-se andar aí com camisolas do Che, do EZLN e o diabo a quatro. Mas quem ousar falar sequer em António de Oliveira Salazar (aquele cujo nome não deve ser pronunciado) é logo fulminado pelo olhar de 4 ou 5 mochilistas... Tristeza...
É como quem diz, lutam pela liberdade de expressão (para a terem), mas depois quem diverge de vós é escória. Vão se foder mas é.
posted by Opus Dei  # segunda-feira, fevereiro 16, 2004

Gritemos a uma só voz!!! 

Bloqueiros da Pucha!!!!!!!!!!
posted by Opus Dei  # segunda-feira, fevereiro 16, 2004

sexta-feira, fevereiro 13, 2004

O gay vai nú! Onde isto já anda... 

Ia eu todo contente a passar no largo da Porta Férrea, pronto a ir tomar um cafézinho a letras quando, passando ao lado duma daquelas estátuas manhosas que decoram o largo, reparo num cartaz, um tanto ou quanto rústico, que anunciava uma "Festa Bicha" (Queer Party) nas cantinas das Químicas, no dia dos namorados (14 de Fevereiro). Escusado será dizer que ao tentar imaginar tal cenário, as minhas entranhas iam praticamente fazendo o Grito do Ipiranga para depois me sairem pela boca numa vontade genuína de autodeterminação. Eh pá , haja um bocadinho de decoro e respeito pela moral vigente! A ideia de usar um espaço pertencente aos SASUC para uma orgia Gay/Lésbica ou Transgender (quer dizer, as lésbicas até dão um certo tesão, if you know what I mean) é pura e simplesmente nojenta. Tipo, não quero estar aqui a ser puritano, mas usar instalações da Universidade para os paneleiros se divertirem é um bocadinho demais não?
Agora, mais chocado fiquei quando vi que era o núcleo de Sociologia a organizar o evento, em conjunto com os paneleiros da "Não te prives".
Não tenho nada contra os bichas, mas porra, se querem jogar na outra equipa, joguem na privacidade de vossas casas, sem chatear ninguém. Agora andarem-se a exibir e depois andarem a dizer que ser gay é bom, que os hetero têm é inveja, haja lá decoro.
Qualquer dia os panascas podiam casar-se e adoptar filhos, e o raio dos miúdos é que se lixavam : "Meu filho como se chama o teu pai? - António, Senhora Professora - E a tua mãe? Manuel, Senhora Professora"...
Haja um bocado de bom-senso e vontade de fazer coisas boas em prol da comunidade sem andar a promover eventos que não interessam em nada para o progresso do país e a promover esses paneleirismos.
Se os paneleiros são doentes, tratem-se. Agora é ridículo tentar incutir um complexo de culpa à sociedade civil heterossexual e fazê-la assumir que um reles bicha que gosta de apanhar cavacos tem os mesmos direitos e deveres a nível familiar (benefícios, descontos, possibilidade de contrair matrimónio maricas) que um normal Hetero.
São estas as políticas que o Bloco de Esquerda acha que vão por Portugal na senda da prosperidade. Aliás, a atitude mais inteligente, no momento de dificuldade que o país atravessa é efectivamente falar em aborto, em drogas leves, em direitos dos paneleiros, ao invés de falar em reformas fiscais, em política empresarial, etc. Enxerguem-se, e se quiserem andar a fazer piladas com a complacência do Estado, vão para a Holanda ou para a Bélgica, casem-se lá e por lá permaneçam... Fui!
posted by Opus Dei  # sexta-feira, fevereiro 13, 2004

Parabéns NUDA/AAC 

Apesar de saber perfeitamente que o NUDA/AAC é o núcleo mais esquerdalho da Academia, quero aqui endossar as minhas felicitações à recém-eleita Direcção do NUDA/AAC, quer pela eleição, quer pelo convívio de ontem, dia 12.
No entanto, há alguns aspectos que poderiam ser alvo de um exercício de self-improvement:

- O primeiro prende-se com a admissão de certos elementos, que pela sua simples presença desprestigiam todo e qualquer evento. Falo concretamente do Sr. Renato Lixeira que, pelo seu aparecimento súbito mergulhou o Convívio (que até aí tinha vindo a ser magnífico) num marasmo de "Mudismo" (aquele "mudismo" ortodoxo, mesmo fodido), realçando de um momento para o outro o facto de a população mudesca residente nessa noite ser de aproximadamente 65%.
Vi-me pois obrigado a deslocar a minha humilde carcaça para outro tipo de convívio - O Vinyl - onde o poder recém-eleito festeja da forma mais dionisíaca possível o fim de mais uma semana de trabalho.

- O segundo prende-se com o preço da cerveja. O pack de 3,5 € podia perfeitamente conter 7 cervejas (saindo cada uma a 0,5 €)

- O terceiro insere-se numa lógica de zelo pelos interesses do povo não fumador de charros. Porra aquilo era ao ar livre e mesmo assim era um cheiro fodido a rosmaninho. Parecia o São João do Porto. Imagino se fosse fechado... saia de lá com uma bruta duma moca e depois quem se lixava era eu...

De resto, deixo mais uma vez os meus parabéns pelo magnífico convívio, na esperança de que os meus conselhos sejam tidos em conta, e que após um longo (e quiçá doloroso) processo de extermínio possamos ter uma Academia livre da ortodoxia moral do Berloque!
posted by Opus Dei  # sexta-feira, fevereiro 13, 2004

segunda-feira, fevereiro 09, 2004

Aviso à navegação! 

Mudescos, tendes agora (após demorados esforços de inovação tecnológica) oportunidade de dizer o que vos vai na alma. Com efeito, o serviço de feedback no blog já entrou em funcionamento, podendo vós agora dirigir toda a espécie de impropérios à minha pessoa sem qualquer tipo de subserviência para com cânones como "respeito", "boa-educação", "civismo" (de qualquer forma seria semente deitada em terra inculta e uma crueldade da minha parte estar-vos a exigir o impossível).
Peguem na vossa bandeira dos E.U.A., peguem no bidon de gasolina que está ao vosso lado, encharquem a bandeira e peguem-lhe fogo (com um pouco de sorte pode ser que vocês ardam também!) e de seguida usem e abusem do vosso vernáculo dirigindo-lo contra a minha pessoa (sem chamar nomes à minha mãe) ou contra o bronco texano ao mesmo tempo que metem dois dedos no cú e gritam "salve a Saddam".
Adeus, auf wiedersehen, ciao, adios, adieu, goodbye, ponham-se em pénis!

posted by Opus Dei  # segunda-feira, fevereiro 09, 2004

Perguntas sem resposta 

Ao lado das tradicionais perguntas como "Porque é o céu azul" é possível hoje formular outras perguntas para as quais nunca nos foi fornecida qualquer resposta satisfatória:

- Quantas matrículas tem o Dux Veteranorum?
- O que é o Sistema?
- Costumam haver muitas ventanias no Polo II?
- Porque é que a esquerdalhada berloquista existe? Qual a sua ratio essendi?
- Porque andam o Speed e o João Baía (que até são fixes e normais) com o pessoal do muda?
- Porque têm os mudescos barbas grandes?
- Porque ia o João Loureiro com um serrote de cortar madeira para as portas no dia da greve?
- Quem escreve o Sopa de Legumes (outro(a) com a cabeça a prémio...)?
- Quantas matrículas tem o Dodot?
- Quem é o próximo candidato do muda?
- O pessoal da DG é mesmo mafioso e têm off-shores?
- Afinal vão-me mandar mesmo nos cornos?
- Que é feito do Leitão?
- Fumar charros é fixe?
- A Deusa sacou bicos ao Rei do Rock?

posted by Opus Dei  # segunda-feira, fevereiro 09, 2004

domingo, fevereiro 08, 2004

Vejam se conhecem esta música! 

Adaptação de uma famosa música evocativa da Cidade:

Barbas longas, Muda_AAC
P'ra foder a Universidade
Ó Renato tens nas mãos
Toda a droga desta cidade!


Saudosista sem dúvida, esta música tem a sua dose de nostalgia no ponto!
Melhor que ela só mesmo esta:

Conheço o Julião, o outro é o Anão
Se um perde uma eleição
O outro fode o Leitão!
posted by Opus Dei  # domingo, fevereiro 08, 2004

Era uma vez 

Certo dia, no País Branco, vivia um Rei muito mau que tratava muito mal o seu povo e o deixava morrer á fome e ao frio. As pessoas andavam tristes e esperavam alguém que as salvasse...
Esse dia chegou num lindo mês de Outubro quando uma troika de cavaleiros - O Vladimir, o José e o Leão - mandou o seu exército matar a famiília do Rei, tomando assim eles o poder.
Foram 7 anos da mais indescritível Felicidade e Prosperidade a mando do Novo Chefe Vladimir.
No entanto passados esses 7 anos morreu Vladimir. O povo chorou lágrimas de sangue... havia que procurar um novo sucessor. O bom José ofereceu-se para tomar os destinos da Nação e assim sucedeu ele a Vladimir. Como o Leão, que dirigia o Jornal da Verdade, se andava a portar muito mal (não lavava os dentes depois das refeições e não fazia a barba), José expulsou-o do País (por ter também começado com a "peste dos piolhos"). Leão fugiu para o país dos mariachis, e sobreviveu, até que um lindo dia, 16 anos depois da morte de Vladimir, Leão andava a brincar aos pedreiros com um amigo, o Ramon (ou seria chamon?), que se distraiu e deixou cair uma picareta na cabeça de Leão, que assim morreu.
A esta altura o País Branco era o país mais rico do mundo pois os seus políticos e dirigentes eram exemplares e serviam bem o país, nunca molestando quem se portava bem. Mesmo para quem se portava mal, o Estado era bondoso, clemente e compassivo, pois oferecia a possibilidade de viajar pelo país até a uma zona muito bonita e muito branca chamada Sibéria...
No entanto, José morreria também, 13 anos depois de Leão.
Deixava dois "Filhos", o Nikita e o Laurêncio. Mas foi Nikita quem lhe sucedeu pois o Laurêncio desapareceu misteriosamente um certo dia...
As pessoas viveram numa felicidade imensa, depois com o Leonel, com o Iuri e com o Constantino, que durou até ao dia em que um senhor muito mau que era o Miguel, partiu a redoma e abriu o País Branco aos ares pestilentos de Ocidente. Foi o fim do País Branco...
A lenda diz que hoje, apesar de o país branco já não existir, mesmo em Portugal há seguidores dos 3 cavaleiros que derrubaram o rei... Os comunas (seguidores do Vladimir e do José) e os mudescos (seguidores do Leão, e também do Mau).
Há quem diga que já viu os seguidores do Leão. Uns dizem que os viram em rituais secretos, com umas pontinhas de lume grossas na mão que largavam um cheiro a rosmaninho, e a rirem-se muito, lá para os lados dos Jardins da Associação.
Outros afirmam que já os viram a falar em Assembleias Magnas e a proporem a suspensão de festas...
Claro que não passa duma lenda, mas todas as lendas têm um fundo de verdade, portanto nunca se sabe...


posted by Opus Dei  # domingo, fevereiro 08, 2004

domingo, fevereiro 01, 2004

Voltei... é desta que me fazem a folha? 

Bom dia à Comunidade Mudesca residente em nossa Lusa Atenas (embora suas altezas "mudais" preferissem que fosse a "Lusa Amsterdão, vá-se lá saber porquê...).
Soube por meios menos ortodoxos (ou seja, foram os renovadores que me disseram...) que querem limpar o meu humilde sebo. Não tereis sucesso na vossa pretensão dado que eu não fumo brocas, logo não podem cortar os meus pulmões para deles fazer o belo do "sabão".
Não percebo porque suas excelências, que se assumem como o estandarte do pacifismo a nível intergaláctico, querem agora usar da violência para me calar, arremetendo de forma fascista quanto ao pressuposto fundamental da liberdade de expressão, que a vossa Constituição Vermelha prega!
Ide lá combater para a Palestina, e fazei um grande favor à humanidade, juntando-vos às brigadas dos mártires de Al-Aqsa, de forma a explodirem (c)orgiasticamente, tal qual foguete em dia de S. João no Porto.
E mais digo: se houvesse justiça, da proxima vez que fossem a uma manif anti-globalização, o raio do comboio havia de descarrilar e vocês haviam de marrar com os cornos nas paredes do túnel de monte-branco.
Porque teimais vós em desafiar todas as Teorias Darwinistas de selecção natural (segundo as quais os fracos morrem, sobrevivendo apenas os mais fortes...) e teimais em apresentar a vossa Lista em todos os actos eleitorais a que esta academia é submetida?
Ide lá para Chiapas combater o inimigo Vicente Fox e apresentai lá a vossa lista da tanga...
M.E.R.D.A. - Mudescos Enterrados Rapidamente Debaixo de Areia (de preferencia nas praias do Vanuatu)
Adeus!!!!
posted by Opus Dei  # domingo, fevereiro 01, 2004

segunda-feira, janeiro 12, 2004

Anti-sistema faz férias em Marrocos. Capitalismo camuflado? 

Pois é... Dizem as más línguas que afinal o Sr. Renato Teixeira não passou as suas férias de Natal (aliás os comunas nem deviam ter estas férias [deviam trabalhar para levar o país para a frente] porque o Natal é o Nascimento de Cristo, e como tal é um atentado à lógica celebrar o Nascimento duma gajo que não existiu. Vê-se logo que afinal os comunas estão aburguesados porque celebram o Natal na sua perspectiva capitalista, com todos os seus ícones como o Pai Natal [Invenção da Coca-Cola e chamariz ao consumo]) a trabalhar contra as injustiças socias reinantes neste País à beira-mar plantado, mas foi fazer Turismo... Foi para Marrocos (e não deve ter ido num bote de borracha como os Magrebinos e outras minorias étnicas quando procuram melhores condições de vida na Europa, encontrando apenas a morte nas praias do Sul de Espanha...). Pois é meu Trotsky mal-parido (tentas-te parecer com ele mas olha que ele lavava-se e não tinha piolhos nem andava andrajoso com tu), deves ter ido em 1ª Classe (á conta do dinheiro dos papás, afinal não és tão rebelde como aparentas...) e não deve ter sido para fazer turismo... Converteste-te ao Islamismo, foste lutar pela libertação do Sahara Oriental do jugo imperialista marroquino? Se calhar... mas dizem por aí que não vieste com os bolsos vazios, mas sim com algumas subsâncias psicotrópicas ilegais, aquelas merdas que fazem rir (sem ser a tua fronha é claro), para tu e os gajos do NEB (Núcleo de Estudantes do Bloco) fumarem enquanto discutem acerca das últimas bacoradas do Bush, ou quando, pela centésima vez nesse dia dizem que os Americanos são uns filhos da puta e que o Saddam é que é fixe... Olha que ele há coisas... Pergunto-me se tu não terás dupla personalidade... Então em Coimbra andas todo andrajoso e uma semana sem te lavar e na Figueira andas de Mercedes SLK na marginal? És todo anti-autoridade com o megafone na mão em Coimbra, mas com os teus pais deves-te portar bem porque pelo que consta o teu papá já te arranjou emprego na Folha de S. Paulo... Pá faz uma cura de definição de Identidade e não aparentes ser uma coisa que não és, porque no fundo tenho a certeza que tu até és um gajo minimamente normal (mas só em casa, com a tua família), em vez do aborto andante e ascoroso que és em Coímbra. És o típico puto rico armado em Justiceiro, armado em Che Guevara. Morre-te...
posted by Opus Dei  # segunda-feira, janeiro 12, 2004

domingo, janeiro 11, 2004

Plim Plim Plim esta merda é assim... 

Antes de mais, importa explicar a suas Excelências que quando falo em comunas neste blog, falo neles "latu sensu", ou seja, a escória política que está para a esquerda do PS... Dentro desta espécie do reino animal temos os comunas "strictu sensu", os Homo Comunae Orthodoxus Conimbrigensis e os Bloquistas, aqueles gajos sem qualquer sentido de moda, com umas barbas até ao caralho, com camisolas do Che Guevara, e que costumam andar em manada nos Jardins da AAC a foder a cabeça ao pessoal, todos charrados e a tocar jambé... São os gajos que vêm do Movimento da Ruptura, passando pelo Muda_AAC, ou simplesmente aqueles que acham que esta merda muda se nos armarmos em rebeldes e gritarmos nomes feios ao Presidente dos EUA.É o Mudescus Charradum. Dos comunas "strictu sensu" ainda guardo algum respeito, agora dos comunas do Bloco, puta que os pariu. Acham-se muito superiores do alto do seu Intelecto, pois lêm Gorki, Ortega y Gasset, Proudhon, Owen, entre outros, enquanto que o resto, pobres almas só temos intelecto para ler a TV Guia, e mesmo assim ajudados por alguém, pos podemos não compreender alguma coisa das últimas fofoquices. Esta Comunagem Berloquista tem, nestes últimos 2 anos, vindo a ser a maior contradição ambulante que já alguma vez calcorreou pela Rua Larga. Como explicar que sejam, dentro dos que se opuseram à DG cessante, as vozes mais críticas, mas depois, só porque o Dodot lhes dá um megafone para as mãos de forma a eles darem largas à sua indigência moral eles lhe fiquem eternamente agradecidos esse tom crítico pare por instantes, parando até aoo fim da MANIF. Quantas vezes não vimos nós Dodot e Renato Teixeira num orgasmo anti-sistema, juntos? Porque é que no dia do plenário subsequente á Manif Nacional de Lisboa vimos os senadores candidatos a Presidente Miguel Duarte e Bruno Julião a "remar" no mesmo sentido? Porque é que os mudescos aí estiveram muito contidinhos sem o tom piromaníaco que os caracteriza?Porque nos mentiram eles, através do encobrimento mútuo, acerca do que se passou realmente na sala do senado?Os mudescos não refilaram contra os restantes senadores candidatos que estiveram na reunião do senado (até tinham uma oportunidade de ouro para o fazer) simplesmente porque o BJ também era senador, e como os outros FEZ MERDA! São vários os momentos de conivência entre a DG/AAC e os grupos Esquerdalhos que nos flyers dizem mal da DG dizendo-nos que eles é que nos realmente saberiam representar. Mais desenvolvimentos virão. Até lá, desejos de boas frequências e que os mudescos gelem em Novosibirsk, no gulag, que é onde eles deviam realmente estar
posted by Opus Dei  # domingo, janeiro 11, 2004

Archives

This page is powered by Blogger. Isn't yours?